Testes de vacina da Universidade de Oxford são suspensos

Testes de vacina da Universidade de Oxford são suspensos


Os testes clínicos de fase 3 da candidata a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford estão temporariamente paralisados. O motivo? A suspeita de um efeito colateral sério em um voluntário do Reino Unido.Segundo a farmacêutica AstraZeneca, essa é uma ação rotineira. Em geral, ela ocorre sempre que surge uma doença inexplicada potencial em um dos testes.Aqui no Brasil, os testes com a fórmula foram bem-sucedidos. Segundo a Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, que é responsável pelo estudo, não houve registro de reações graves nos 5 mil voluntários brasileiros que já receberam o composto. A instituição informa que muitos deles já receberam a segunda dose e não houve registro de intercorrências graves até o momento.Em nota, a universidade destaca que a pausa nos testes segue os padrões de segurança do protocolo do estudo. Agora, um comitê de monitoramento de segurança vai analisar se a reação do voluntário britânico tem ligação com o medicamento. Depois, o estudo deve ser retomado.A Unifesp ressalta, ainda, que a pausa vale para novas aplicações da vacina. O estudo continua, segue avançando, e os voluntários que já participam estão sendo constantemente monitorados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *