Renan compara Bolsonaro a ‘louco americano’ que induziu suicídio em massa

Renan Calheiros, relator da CPI da Pandemia, subiu o tom na resposta à fala de Jair Bolsonaro sobre desobrigar o uso de máscaras, já desmentida por seu próprio ministro da Saúde.

O senador afirmou que o presidente mudou o assunto e declarou “guerra à máscara” depois de ser descoberto como “lobista de cloroquina” — telegrama secreto do Ministério das Relações Exteriores enviado à CPI, obtido pelo jornal O Globo, revelou que Bolsonaro pediu ao premier da Índia para liberação de insumos de cloroquina a laboratórios de empresários aliados.

O relator da comissão e desafeto declarado do presidente ainda comparou Bolsonaro ao pastor americano James Warren “Jim” Jones, fundador e líder da seita Templo dos Povos, que em novembro de 1978 promoveu um suicídio em massa de 918 seguidores na Guiana.

“Logo que foi descoberta sua atividade de lobista de cloroquina, o PR[Presidente da República] muda o assunto e declara guerra à máscara. Quer o Brasil exposto ao vírus. Temos um Jim Jones na presidência. A diferença é que o louco americano induziu ao suicídio, e o brasileiro quer também o assassinato em massa”, escreveu Calheiros.

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *