Reator de fusão nuclear coreano bate recorde de tempo em funcionamento

Reator de fusão nuclear coreano bate recorde de tempo em funcionamento

A busca por fontes alternativas de energia aos combustíveis fósseis, que um dia podem acabar, tem apresentado constante progresso. O mais recente foi o recorde mundial batido pelo reator de fusão nuclear Korea Superconducting Tokamak Advanced Research (KSTAR), também conhecido como “Sol artificial coreano”.

O reator conseguiu manter seu plasma superaquecido a 100 milhões de graus Celsius durante 20 segundos. Pode não parecer muito, mas nenhum  outro reator conseguiu se manter em funcionamento durante mais de 10 segundos até agora (em 2019, o KSTAR conseguiu permanecer assim por oito segundos).

Confira mais detalhes do KSTAR no vídeo abaixo:

Para recriar as reações de fusão que ocorrem no Sol na Terra, os isótopos de hidrogênio devem ser colocados dentro de um dispositivo de fusão como o KSTAR para criar um estado de plasma onde íons e elétrons são separados, e os íons devem ser aquecidos e mantidos em altas temperaturas.

“O sucesso do KSTAR em manter o plasma de alta temperatura por 20 segundos será importante na corrida para garantir as tecnologias para a operação de plasma de alto desempenho, um componente crítico de um reator de fusão nuclear comercial no futuro”, comentou Si-Woo Yoon, diretor do Centro de Pesquisa KSTAR.

A próxima meta do KSTAR é de, até 2025, manter o reator a uma temperatura de íons superior a 100 milhões de graus, por até cinco minutos.

Maior projeto de fusão nuclear do mundo

Em 2025 também é estimado que o maior projeto de fusão nuclear do mundo funcione pela primeira vez. Trata-se do Reator Termonuclear Experimental Internacional (ITER), que vem sendo construído desde 2006, e iniciou sua fase final de construção na metade deste ano.

Localizado no sul da França, o ITER representa o esforço conjunto de 35 países para produzir energia limpa e abundante. A tecnologia utilizada para esse propósito será a fusão nuclear, que consiste em comprimir dois núcleos atômicos de tal forma que eles se juntem em um só.

Fonte: Phys.org

O post Reator de fusão nuclear coreano bate recorde de tempo em funcionamento apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *