PSDB prevê cinco debates para definir candidato ao Planalto

O PSDB planeja realizar, a partir de 18 de outubro, cinco debates que irão ajudar a definir o candidato do partido à Presidência da República.

Os detalhes foram publicados pela Executiva Nacional nesta terça, 20, em resolução que formaliza as regras aprovadas no mês passado para as prévias.

Nos últimos dias, ficou incerto se a legenda chegaria a lançar um candidato, após Aécio Neves declarar que a sigla estaria correndo o risco de encolhimento caso insistisse na ideia da presidência, a qual chama de um ‘projeto pessoal’ de Doria.

A ideia teve um aceno do presidente do partido, Bruno Araújo, que afirmou que não descartaria a ideia de abrir mão de uma candidatura própria tucana caso o propósito fosse evitar a polarização entre Lula e Bolsonaro.

Fato é que, por ora, o partido bateu o martelo para 2022 e prevê que haverá pré-candidatos. As discussões serão conduzidas de forma presencial em cada uma das cinco regiões do país.

Os locais e datas ainda serão definidos, a depender das contingências da pandemia.

Os presidenciáveis vão debater entre si e, na plateia, estarão os filiados do partido, explica a legenda.

As prévias serão realizadas em 21 de novembro e, caso nenhum candidato obtenha a maioria absoluta dos votos válidos, haverá um segundo turno uma semana depois, no dia 28.

Por enquanto, os nomes cotados para a disputa são o governador de São Paulo, João Doria, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, e o senador Tasso Jereissati, do Ceará.

Pelas regras aprovadas, o grupo dos filiados, fatia mais volumosa do partido e concentrada principalmente no estado de São Paulo, manteve o peso de 25% no total de votos.

Doria esperava que o índice passasse para 50%, mas a proposta apresentada pelo Diretório de São Paulo com esse teor não foi aceita.

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *