Oposição na Câmara vai denunciar Bolsonaro ao TCU por desvio em propaganda

A oposição ao governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados anunciou na tarde deste domingo que vai apresentar denúncia ao TCU para pedir a apuração de suposto desvio de recursos públicos que foram destinados a campanhas publicitárias de orientação à população no enfrentamento à Covid-19, revelado pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

A reportagem da Folha apontou que 52 milhões de reais de uma medida provisória de abril de 2020 previstos para peças informativas com  “o objetivo de informar à população e minimizar os impactos decorrentes da proliferação da doença” foram utilizados para fazer propaganda institucional de outras ações do Executivo. Na época, a Secom era comandada por Fabio Wajngarten, que é investigado também pela CPI da Pandemia no Senado.

De acordo com o líder da oposição na Câmara, o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), a utilização de recursos decorrentes de créditos extraordinários em despesas diferentes das quais autorizaram a sua criação configura crime de responsabilidade, por significar a realização de despesas sem a autorização legislativa. O envio da denúncia ao TCU se deve à análise do tribunal  sobre as contas do presidente.

Os partidos de oposição também vão incluir o ocorrido em pedidos de impeachment já apresentados na Câmara e em uma representação ao Ministério Público Federal contra Bolsonaro, pelo desvio de recursos.

“O Poder Legislativo, numa decisão que uniu todos os deputados e senadores, independente de sua posição em relação ao governo, destinou recursos para o enfrentamento da pandemia. Desviar esses recursos, que deveriam ser usados para salvar vidas, para fazer propaganda do governo é uma imoralidade e um crime. Por isso, nós, da Oposição, vamos denunciar o presidente perante os órgãos competentes para que seja responsabilizado por tais atos, que têm custado vidas de brasileiros”, declarou Molon.

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *