O homem mais rico do mundo vai ao espaço hoje para quebrar recordes

Jeff Bezos, 57 anos e fortuna estimada em 203 bilhões de dólares (o número varia dia a dia, conforme o humor do mercado de capitais), vai ao espaço hoje atingir algumas marcas que seu concorrente Richard Branson não superará tão cedo. Branson realizou um feito notável ao chegar aos limites da estratosfera a bordo da nave de sua própria companhia, a Virgin Galactic, do conglomerado Virgin, no último dia 11, mas, aos 71 anos, ele dificilmente conseguirá bater os recordes que Bezos quebrará hoje.

Para começar, o fundador da Amazon não sairá do chão em uma aeronave para depois ser lançado ao espaço, como fez a VSS Unity, da Virgin Galactic. Ele decolará direto do solo, em um deserto no oeste do Texas, Estados Unidos, a bordo de um foguete que o levará, a uma velocidade superior a 3600 quilômetros por hora, para além de Kármán, a linha imaginária a 100 quilômetros de altitude que separa a atmosfera do espaço sideral. Ao lado de Jeff, estarão seu irmão Mark Bezos, de 51 anos, o holandês Oliver Daemen, de apenas 18 anos, cuja passagem foi paga por seu pai, um milionário gestor de patrimônio, e provavelmente a mais notável integrante da tripulação: Wally Funk, 82 anos, aviadora pioneira que acumula quase 20 mil horas de voo e fez parte do mítico Mercury 13, grupo de astronautas mulheres recrutado e treinado pela Nasa em 1961, mas que nunca teve a oportunidade de viajar ao espaço.

Portanto, o voo de hoje no foguete New Shepard, da Blue Origin, companhia aeroespacial fundada por Bezos em 2000, terá o homem mais rico do mundo, o mais jovem astronauta e também a mais velha. A operação é particular, não associada à Nasa, e deverá durar cerca de 11 minutos. O foguete New Shepard, assim batizado em homenagem a Alan Shepard, primeiro americano a fazer um voo suborbital, em maio de 1961, é autônomo e, portanto, dispensa pilotagem humana. A cápsula na qual estarão os quatro ocupantes irá se separar dele antes de atingir 100 quilômetros de altitude, flutuará no vácuo e retornará ao solo, usando paraquedas, de forma também inteiramente autônoma, enquanto o foguete descerá em outro ponto do deserto para ser reutilizado em futuras missões.

Acompanhe aqui o primeiro voo suborbital comercial com tripulação civil e testemunhe mais um capítulo no surgimento da era do turismo espacial. A contagem regressiva já começou e a decolagem será às 10h da manhã, horário de Brasília.

 

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *