Deputados vão ao STF para impedir projeto do licenciamento ambiental

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) e o deputado estadual Goura (PDT-PR) foram nesta sexta-feira ao STF para interromper a tramitação do projeto de lei 3729/2004, que flexibiliza as regras de liberação de licença ambiental.

Os parlamentares entraram com mandado de segurança com pedido de liminar de urgência, que tem caráter provisório caso concedida.

O PL foi aprovado pela Câmara dos Deputados na quinta (13) e seguiu para o Senado.

Os deputados do PDT requerem a suspensão da tramitação até que o Congresso promova consultas, debates e diálogos necessários com a sociedade acerca das mudanças a serem implementadas pela nova Lei de Licenciamento Ambiental.

Para Gadêlha, a proposta que agora está no Senado exclui a análise de impacto e adoção de medidas para prevenir danos sobre todas as terras indígenas, que não foram efetivamente demarcadas, e todos os territórios quilombolas, que ainda não foram titulados.

“As consequências da devastação ambiental nessas áreas atingirão o direito de toda a sociedade a viver em um meio ambiente ecologicamente equilibrado”, diz o deputado.

Continua após a publicidade

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *