Brasil pode liderar revolução ambiental, diz cotado para substituir Salles

O advogado Antônio Claret Jr., cotado para assumir o lugar de Ricardo Salles no comando do Ministério do Meio Ambiente, acredita que o Brasil pode liderar a revolução ambiental mundial.

À coluna, Antônio Claret disse estar honrado por saber que seu nome é analisado pelo governo Bolsonaro, mas enfatizou que seu foco está em Minas Gerais neste momento.

“Nesse momento estou focado em Minas Gerais, mas me sinto muito honrado em ter meu nome ventilado para um cargo tão importante em um país que tem tudo para liderar a revolução ambiental mundial”, disse o advogado.

Desde dezembro de 2019, Antônio Claret Jr. é Diretor-Geral da Agência Reguladora de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (ARSAE) de Minas Gerais.

Antes, entre janeiro e abril de 2019, ele foi Subsecretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas. O advogado é filiado ao partido Novo, o mesmo ao qual pertence o governador de Minas, Romeu Zema.

Uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na quarta-feira, 19, que investiga a exportação de madeira ilegal, deixou o ministro Ricardo Salles em situação delicada. Ele foi um dos alvos da operação da PF e pode ser retirado do cargo pelo governo após o escândalo.

Continua após a publicidade

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *