Após novo ataque de Bolsonaro, Pacheco sai em defesa da imprensa

Depois de mais um rompante autoritário de Bolsonaro contra a imprensa, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM-RO), veio à público apresentar um contraponto aos ataques do presidente.

Em tuíte na noite desta segunda, 21, Pacheco disse que a imprensa precisa ter resguardado o seu direito de informar as pessoas em meio ao caos da pandemia.

Apesar de sair em defesa deste direito, que está na Constituição, Pacheco relaciona o comportamento presidencial a possíveis “maus sentimentos” que possam ter sido aflorados por causa das mortes pela Covid-19, como se o Bolsonaro mostrasse alguma empatia ou respeito pela triste marca de meio milhão de vítimas da doença atingida no Brasil.

Segundo Pacheco, “as mortes e os reflexos sobre o país, embora possam aflorar maus sentimentos, impõem absoluta necessidade de união em torno de soluções”, diz ele. “Parte fundamental desse esforço é a imprensa, que deve ser respeitada e livre para cumprir o dever de informar, mesmo na divergência”.

Fontes Retirada do Site Veja Abril link da Matéria aqui….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *