A tecnologia contra o terror: veja como os EUA se previnem de ataques

A tecnologia contra o terror: veja como os EUA se previnem de ataques


Já faz 19 anos. Foi em 11 de setembro de 2001 que o mundo testemunhou um dos piores ataques terroristas de todos os tempos. Coordenado pela Al-Qaeda, o acidente envolveu dois aviões comerciais, as Torres Gêmeas do World Trade Center e 2.977 vítimas fatais.De lá para cá, os Estados Unidos conseguiram se defender de alguns novos ataques. Isso graças ao alto investimento em tecnologias de detecção e acompanhamento de ameaças. Os avanços tecnológicos tornaram possível o uso de drones, inteligência artificial, biometria e outras soluções para combater o terrorismo.Umas dessas tecnologias é o Agente Virtual Automatizado para Avaliações da Verdade em Tempo Real. Trata-se de uma espécie de cabine instalada na fronteira entre Estados Unidos e México que usa inteligência artificial para entrevistar quem chega ao país.Neste ano, a tecnologia foi usada na homenagem anual às vítimas do atentado. A modificação foi feita em razão da pandemia do novo coronavírus. Até ano passado, a cerimônia era presencial, mas desta vez foi gravada previamente e transmitida pela internet para respeitar as recomendações de distanciamento social.Quer conferir outras inovações tecnológicas usadas pelo país contra o terrorismo? Acesse nosso site, www.olhardigital.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *